livros · Vamos Participar?

VAMOS PARTICIPAR? #INCENTIVANDO A LEITURA

Oiii gente, tudo bem com vocês?

Eu sei, eu sei, estou um tanto em falta com o blog e não estou postando com a mesma frequência de antes, mas nos últimos dias tenho andado um tanto desanimada e com dores e provas à estudar :/ (no momento eu deveria estar estudando).

Mas estou cheia de ideias para o blog que hoje eu tive que vir até aqui para compartilhar com vocês uma das minhas ideias e eu espero muito que vocês gostem e que participem. (Sim, eu disse participem \0/)


Uma das coisas que eu mais amo é ler. Sempre tive essa paixão pela leitura e sempre procuro influenciar as pessoas que convivem comigo a lerem.

Quando uma pessoa chega e me fala que leitura é desnecessário, que livros são chatos e que filmes são muito mais legais ou que ler é entediante, eu tento de todas as maneiras do mundo dizer a essa pessoa que ler é maravilhoso; que você tem o poder de imaginar do seu jeito, coisa que vamos combinar nenhum filme apresenta, pois em um livro, a Nárnia que eu imaginei, pode muito bem ser diferente da sua, por mais que esteja descrito ali; que você enriquece o seu vocabulário e isso e aquilo.

Claro que isso vai de cada pessoa, tem gente que adora ler e tem outros que simplesmente não gostam ou que não se interessam. Mas, acima de tudo, eu acho que essas pessoas deveriam dar uma segunda chance à leitura e procurar algo que realmente goste, porque muitas vezes não encontrou a sua cara metade um livro que realmente aprecie.

No meio de tantos gêneros literários, autores e títulos, acho que pelo menos um, nós encontramos e gostamos, óbvio que cada um prefere uma coisa, por exemplo, eu posso preferir fantasia e você terror, eu posso ter começado a gostar de ler com Harry Potter e você com O Grande Gatsby.

tumblr_mkubqbmkvq1qkt2wjo1_500

Foi pensando nisso que eu decidi fazer esse post e pedir a participação de vocês. Mas, como assim?

Bom, como havia dito, eu amo ler e sempre que termino um livro sinto essa necessidade de compartilhar com alguém, contar o que eu achei, trocar opiniões e tudo o mais, mas isto, momentaneamente, não vem ao caso. O que eu quero, de verdade, é incentivar a leitura à vocês, e por isso peço a participação de ambos, tanto quem ama, quem não aprecia e tanto quem fica naquele meio termo.

Gostaria muito que vocês me dissessem a opinião de vocês sobre a importância da leitura, um livro que vocês gostaram muito de ter lido (ou vários), um gênero literário que apreciam e o que te motivou a gostar de ler, pode ser um fato ou um livro.

A minha ideia, é publicar um post (ou quem sabe vários), juntando várias ideias, vários livros, várias motivações, para você que está aí, também se sentir motivado a ler e quem sabe entrar nesse mundo incrível que é a leitura; e também para você que ama ler conhecer novos livros/gêneros e se encantar por outros mundos.

É simplesmente uma incentivação à leitura!


Gente, convido a todos vocês que participem! E para participar você pode me mandar um e-mail neste endereço aqui: nataliaassis14@gmail.com, ou deixar mesmo um comentário aqui :))

Espero que vocês tenham gostado dessa minha ideia, é algo novo e estou um tanto insegura em apresentá-la, mas conto com a participação de vocês!

Beijoos ❤

Anúncios

35 comentários em “VAMOS PARTICIPAR? #INCENTIVANDO A LEITURA

  1. Nossa que post mais legal! Eu gosto muito de ler, vou mandar um email porque aqui deve ficar um pouco grande, mas espero que dê certo, amo receber indicações de livros, sempre deram certo pra mim apesar dos diferentes gostos literários. Boa sorte, já já meu email tá chegando.

    Curtido por 1 pessoa

  2. Olá Nat. Sei como é essa história de não conseguir postar com frequência, minha vida anda tão corrida, que eu estou na mesma vibe. Mas, a sua ideia é excelente \o. Vou fazer um breve resumo sobre o livro que mudou a minha vida. Eu estava no penúltimo ano da faculdade, me sentindo muito mal porque descobri que o curso escolhido, não era exatamente o que eu queria. Estava em uma fase terrível, um namoro que terminou mal resolvido, uma graduação que não era bem o que eu queria e o trabalho sobrecarregando, eu só conseguia ler 2 livros por mês e olhe lá. Então, em um dia de prova, saindo mais cedo da faculdade fui com a minha amiga na Saraiva, e tinha um livro em exposição, a capa era linda e o título me remetia uma história de amor, então, eu simplesmente peguei o livro exposto e comprei. Não li sinopse, não procurei resenhas, simplesmente comprei. Chegando em casa, tomei um banho e decidi que aquela noite seria dedicada ao meu novo livro, e assim que comecei a ler, percebi que não era nada daquilo que eu esperava. A personagem principal, estava tão deslocada quanto eu, logo me identifiquei, e a medida que ia virando página por página, percebi que aquele era o livro certo, no momento certo. Em alguns momentos eu sorria de modo que as bochechas doíam, em outros meu coração sentia tanta dor, que parecia que ia saltar do peito, e quando eu virei a última página e fechei o livro, eu chorei. Chorei de tristeza, chorei de alegria e chorei até quando não tinha mais motivos para chorar. Chorei porque a lição que ficou daquele livro, me fez repensar tudo que estava de errado na minha vida, e que estava errado porque eu permiti. O nome do livro? “Como Eu Era Antes de Você”. Esse livro me marcou, e ainda não teve outro para superar.

    P.s: perdão pelo enoooorme comentário! hahaha Beijos!

    Curtido por 1 pessoa

    1. Oie! Awwn Ca, que linda a sua história com esse livro 😍 amei! E agora entendi o porque de você estar sempre citando este livro, e deve ser uma história incrível, em breve lerei :))
      E sim, muitas vezes a gente acaba se identificando com um livro ou uma personagem e isso acaba nos emocionando e dependendo do momento até choramos mesmo…
      Muito obrigada por participar ❤️
      Imagina! Eu agradeço muito pelo seu comentário hehe
      Beijos 😘

      Curtido por 1 pessoa

  3. Nat!!! Amei a ideia, ❤️
    Sou louca pela leitura desde piveta, como já disse varias vezes, e não imagino meu mundo sem a leitura.

    Quero dizer, de que outra forma eu poderia me aventurar em outros mundos, conhecer novos lugares, novas palavras, se não fosse pelos livros?! ^_^

    Eu gosto de ler tudo um pouco, mas sou fascinada em ficção! O que me encanta é um mundo “fantasioso”, longe dessa mesmisse que é nossa vida!

    Mas também gosto muito de livros com genero mais “infanto-juvenil”, por assim dizer, então amo meg cabot e sophie kinsella. Aconselho a todos que estão iniciando na leitura agora, porque são livros com palavras faceis, gostoso de ler e hilários!!

    Que esse projeto renda muuuito!

    Beijão linda :*

    Curtido por 1 pessoa

    1. Ebaaa, fico muito feliz que tenha gostado e muito obrigada por participar ❤️
      Me identifiquei muito contigo Lê, porque eu também amo esse universo da ficção e essa coisa de mundo fantasioso, e eu peguei o gosto pela leitura desde muito pequena também e agradeço muito por isso.
      Beijoos 💕😘

      Curtir

  4. Adorei o post, simplesmente linda essa iniciativa de incentivar a leitura! Eu acho que qualquer leitura independente do gênero enriquece o ser humano de alguma forma! Eu leio sempre e o gênero que eu mais gosto é romances, biografias e principalmente livros da minha área profissional, mas leio tudo o que eu tiver interesse, assim posso dizer que gostei ou não. Um dos que eu li e sou apaixonada até hoje é Dear John (queries John) mas já li vários como Hobbit que é ficção e que adorei também , mas o querido John eu sou apaixonada até hoje! Beijoooos e parabéns pela iniciativa!

    Curtido por 1 pessoa

  5. Vou começar pedindo desculpas pelo longo comentário, porque aqui é mais prático. rs
    Primeiramente, parabéns pela iniciativa. O mundo precisa cada vez mais de incentivo a leitura. É tão incrível o poder que tem um livro, não? Te leva a mundo desconhecidos e principalmente, abre sua mente de uma forma inexplicável. A vida muda de forma, de cor, de jeito.
    Eu não sei bem quando eu comecei a ler. No ensino pré-infantil, eles estimulam com aqueles livros finíssimos de contos de fadas, e eu, apaixonada por Ariel do jeito que era, li o bendito livro uma infinidade de vezes (sabia todas as falas e textos certinho). O primeiro livro que li após esse amor platônico por A pequena sereia foi O pequeno príncipe, que é o livro mais marcante da minha vida. Tinha uns 7 anos mais ou menos e ele me trouxe lições que carrego até hoje. Não foi o livro que marcou minha vida de leitora assídua, mas que me marcou como pessoa. Vivia uma fase ruim e os ensinamentos lá passados, acabaram influenciando para que eu me erguesse, apesar dos pesares. Sabe quando um livro inconscientemente muda sua vida? Foi meu caso. Sem querer, acabou influenciando e muito. Nessa época dei uma pausa na leitura e voltei com mais ou menos uns 11 ou 12 anos quando estava aquela febre de Crepúsculo. Li eclipse e depois disso, já estava perdida no mundo literário. Lembro que logo li Percy Jackson, e então até me perdi da sequência posterior. rs
    Mais uma vez: Parabéns pela iniciativa! Precisamos cada vez mais de ideias como esta!
    Beijos!

    Curtido por 1 pessoa

    1. E eu vou começar agradecendo à você por ter participado, um muito obrigada 💕
      Adorei o que você escreveu, e super concordo contigo, ler abre nossa mente e nos leva a novos lugares, e a imaginar, acho isso a parte mais incrível da leitura!
      Desde pequena eu lia e também adorava essas histórias das princesas hehe.
      Mais uma vez, obrigada por participar!
      Beijoos 😘

      Curtido por 1 pessoa

  6. Que linda!!

    A leitura sempre foi uma grande amiga para mim. Cresci cercada por livros e quando não tinha algum no meu armário para ler, relia, buscava no armário do meu irmão, dos meus pais, na biblioteca da escola. Mas sempre havia ali um fiel escudeiro comigo.
    Hoje são tantas histórias que se misturam dentro de mim que já nem sei mais. Algumas marcam mais, outras menos, mas todas elas, de alguma forma, ficam.
    E o mundo da leitura não abre portas somente no sentido de melhorar sua compreensão textual e sua escrita. Ela te abre portas para novos mundos, novos horizontes, novas pessoas.
    Quem nunca virou a noite lendo ou perdeu o ponto do ônibus ou nem viu as horas passarem ao ler um bom livro, que atire a primeira pedra!
    Livros te causam sensações que você nem acreditaria que um “amontoado de folhas” poderia te causar!

    Curtido por 1 pessoa

  7. Oi, Nat… incentivar a leitura é sempre um ato que devia ter uma maior divulgação. O que é complicado que as vezes quem não tem hábito de ler nem leu o que escreveu ou passa longe de blogs literários ou livros literários.
    Mas, o que mais incentiva a leitura é o fato de ser um exemplo. É contagiante ver pessoas que sabem expressar sua paixão sem ser um mega-chato e tal. Começar a ler é algo que deve ser complicado para quem não gosta. Eu nunca saberei disso, não me vejo sem ler. Sempre amei demais ter um livro sempre ali perto das mãos.

    E, os livros que super indico sempre são os livros infanto-juvenis pra quem ainda não tem hábito de ler. Pois, possuem um linguajar mais facilitado e uma história sem muitas figuras de linguagens…

    Exemplos de livros:

    – Conto – Mestre Gil de Ham do Tolkiem
    – O pequeno Príncipe do Antonie Saint-Exupéry
    – Poliana da Eleanor H. Porter
    – Para mulheres e mocinhas os livros do Nicholas Sparks são de uma linguagem facilitada e bem estilo do cotidiano.
    – O mundo de Sofia do Jostein Garder (é meio gorduchinho, mas é muito gostoso de ler)
    – A Fera de Alex Flinn
    – O livro do Amanhã de Cecília Ahern
    – A série Estilhaça-me, Liberta-me e Incendeia-me e tem a versão do Warner (Destrua-me) (uma distopia YA… mas, eu gostei e já sou tiazinha… rs 🙂 )
    – E a Série “As Brumas de Avalon da Marion Zimmer Bradley – sou apaixonada.

    Para iniciar todos esses poderiam dar um bom “start”. Mas, ai depende da pessoa. Eu por exemplo peguei muito no pé da minha filha. Coloquei regras para ela ler… do tipo senão ler não vai ganhar isso… até ela gostar… kkkkkk . E funcionou! Porque eu sei que era questão de tempo. Agora quem não tem alguém que possa fazer isso, espero que conheça ai um bom amigo ou um bom professor que possa inspirar.

    Abraços e Sucesso

    Laynne Cris

    Curtido por 1 pessoa

    1. Oii Lay! Adorei o que você escreveu 💕 e o incentivo a leitura é sempre bem vindo muito bom! E eu acho que nós não conseguiríamos viver sem a leitura, porque já embarcamos nesse mundo e quando entramos nos apaixonamos completamente, não tem como, né?
      Adorei os livros que você citou e poliana e pequeno príncipe eu amo!
      E o que você fez com sua filha, adorei a ideia hehe e não deixa de ser um incentivo, muito bom!
      Obrigada por participar, muito mesmo, de verdade, ❤️!
      Abraços, beijos e sucesso pra você também!

      Curtido por 1 pessoa

  8. Não sei como me tornei leitora, mas tenho certeza que é total culpa da minha mãe kkk ela sempre me comprava livrinhos e eu ficava super feliz quando ela me ligava do trabalho durante a tarde e dizia “comprei um livrinho novo pra você” e daí não precisava fazer mais nada, eu ficava o dia todo ansiosa pra hora que ela chegasse.
    Eu gosto dos livros YA, adoro clichês e tudo mais, porém também gosto de fantasia e suspense, acho incrível. Ah, eu também gosto de auto-ajuda e amo poesia, eita kk
    Eu gostei de ler os livros da Gayle Forman, ela é super boa escritora, acho que o livro mais conhecido é “Se eu ficar”, por causa do filme, mas o “Eu estive aqui” dela é ótimo. Tem um que eu li a um tempo e chama “Se eu morrer antes de você”, é ótimo, é meio policial e tudo mais e já emendando Sherlock Holmes, como não gostar? kk Também gosto daquelas releituras de contos de fadas e tudo mais.
    Enfim, amo ler e leio de tudo mesmo, do menu do restaurante até “A Guerra dos Tronos” kk
    Amei escrever esse comentário, amo ler, amo livros kk desculpa o tamanho, mas eu adoro falar sobre livros e achei demais essa sua ideia (:
    ;*

    Curtido por 1 pessoa

    1. Awwn adorei ❤ Eu também adorava quando minha mãe comprava livrinhos para mim quando era pequenina *-*
      Já li Se eu Ficar e adorei o livro, mas não procurei ler outros livros da autora :/ vou dar uma olhadinha hehe.
      Fico feliz que tenha participado e que tenha gostado da ideia! Adorei seu comentário ❤ ❤
      Beijinhos :*

      Curtido por 1 pessoa

  9. Naty! Tenho dois posts no meu blog que falam um pouco da minha trajetória como leitora https://abookaholicgirl.wordpress.com/sobre/ , um post tbm sobre os booktubers e a influência deles na minha vida https://abookaholicgirl.wordpress.com/2015/07/14/a-invasao-dos-booktubers/. Além de um post no mês do meu aniversário sobre os 25 livros que marcaram os meus 25 anos. https://abookaholicgirl.wordpress.com/2015/07/23/25-livros-que-marcaram-os-meus-25-anos/. Bjos!

    Curtido por 1 pessoa

  10. Oi, Natalia! Tudo bem?

    Então, sou leitora compulsiva desde que aprendi a ler, por volta dos 4 anos (ok, antes já era compulsiva, pois queria fazer minha mãe ler para mim o dia inteiro hehe). O livro que marcou minha infância chama-se “A Ilha Perdida”, de Maria José Dupré, e na minha adolescência li muito Mag Cabot e Cecily von Ziegsar (mas só ano passado que li Gossip Girl – Eu Sempre Vou Te Amar”.

    Uma grande influência literária para mim foi Agatha Christie, pois me atraiu para o policial e, indiretamente, foi o que me levou a escrever ficção (embora eu não foque tanto em mistérios e assassinatos), mas hoje em dia leio-a mais por diversão, pois apesar de seus livros serem maravilhosos, não têm a complexidade de um Harlan Coben ou Tess Gerritsen, que escrevem suspense com uma maestria ímpar.

    Sou apaixonada pela obra de Nicholas Sparks, Jojo Moyes, Emily Giffin, Barbara Delinsky e David Nicholls quando se trata de romances cotidianos, mas minhas histórias favoritas hoje em dia são as sagas familiares. E nisso destaco a saga de Emma Harte, iniciada no magistral “Uma mulher de fibra”, de Barbara Taylor Bradford, e “Pássaros Feridos”, de Colleen McCoulough. E meu livro favorito ever e insuperável certamente é o belíssimo e inesquecível “E O Vento Levou”, a obra única porém fabulosa de Margaret Mitchell. Para mim é humanamente impossível superá-la, tão rica é escrita, a descrição física, a profundidade psicológica de cada personagem, incluindo secundários e figurantes. Se meus livros chegarem a 5% do brilhantismo de Mitchell, eu já me sentirei imensamente feliz por ter alcançado tal nível.

    E claro, também amo uma boa comédia e aí eu tenho dois excelentes autores a citar. Uma é a queridíssima Sophie Kinsella, com sua incrível e tresloucada Rebecca Brandon (nee Bloomwood) aka Becky Bloom e tantas outras personagens divertídissimas em varias outras histórias. O outro eu descobri não faz muito tempo, é o Jonathan Tropper, que é um mestre na tragicomédia e recomendo fortemente a quem gosta desse tipo de leitura.

    Bem, é isso!
    Beijos!

    Curtido por 1 pessoa

    1. Olá Thaís!
      Muito obrigada pelo comentário e por ter participado 💘
      Eu também leio desde muito novinha hehe. Mag Cabot também me influenciou bastante, lembro que pegava os livros dela na biblioteca da escola, mas até hoje não terminei O Diário da Princesa :/ e os livros da Agatha eu simplesmente adoro e acho a escrita dela incrível, e foi ela que me fez interessar mais pelo gênero suspense! E gente você esta escrevendo um livro? Me conta mais, por favor!
      Beijoos 😘

      Curtido por 1 pessoa

      1. De nada! 🙂

        Eu esqueci de comentar no post que eu também gosto muito de ler livros de política e economia, sobretudo de autores liberais e conservadores como Theodore Dalrymple (que faz análises excelentes da vida cotidiana), Roger Scruton e Milton Friedman. Sempre leio um livro de política/economia e um de ficção ao mesmo tempo.

        E sim, escrevo alguns livros e se Deus quiser conseguirei publicá-los um dia; todos contam sagas familiares, que é o tópico que mais me chama a atenção para abordar, um deles tem um “quem matou”, enfim… Às vezes posto alguns trechos no meu blog, mas geralmente escrevo crônicas e resenhas no blog.

        Curtido por 1 pessoa

  11. Comecei num livro que pensei tratar-se de uma biografia. No que acredito ser um gênero literário, o meu dicionário favorito ainda é o “Aurélio”. Equivocadamente, aprendi que o pai dos burros também é a mãe dos inteligentes.

    Parabéns pela iniciativa. Paz e um verbete de abraços.

    Curtido por 1 pessoa

  12. Sua ideia é maravilhosa e super necessária, porque afinal, o que eu sempre digo é que quem não gosta de ler ainda não encontrou “O” livro! Aquele que mexe totalmente com nossas emoções! São todos lindos e envolventes e cada um se identifica com um tipo! Ou váaaarios! Participarei com certeza, logo te mandarei um email 😀 Beijão!

    Curtido por 1 pessoa

    1. Obrigada Gabi *-*
      Acho a leitura essencial e super concordo contigo nessa parte, tem sempre aquele livro que encontramos e aí mexe com tudo e começamos a querer ler mais e mais.
      Conto com sua participação, em? Vou lançar a segunda parte do projeto e adoraria que você participasse também hehe :))
      Grande beijo 😘

      Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s