livros

Resenha: Insurgente

Oi gente, tudo bem com vocês? Espero que sim.

A continuação desta trilogia é bem empolgante e tem muita coisa que tenho que contar para vocês, então me acompanhem aqui

insurgente♦ Título original: Insurgent

♦ Autor: Veronica Roth

♦ Editora: Rocco

♦ Número de páginas: 511

Insurgente. Substantivo. Uma pessoa que age em oposição à autoridade estabelecida, mas que não é necessariamente considerada agressiva.”

♦ Sinopse

  O fim da iniciação de Tris era para ser marcado por comemorações, porém o dia resultou em uma tragédia. A simulação de ataque provocou danos irreparáveis e fez com que o conflito entre as facções crescesse ainda mais. Como todo conflito tem lá as suas consequências, este também teve.

A guerra entre as facções se aproxima cada vez mais, e no meio disso tudo, decisões precisam ser tomadas, escolhas precisam ser feitas, e alguns segredos acabam sendo revelados.

Tris está com um sentimento de mágoa e culpa devido a tais acontecimentos, mas mesmo assim ela continua forte e acaba tomando algumas decisões precipitadas.

♦ Minha opinião

Está história é cheia de reviravoltas e tem ação do começo ao fim do livro, o que faz com que te prenda ainda mais e deixe tudo mais empolgante e emocionante. Quatro e Tris estão ainda mais próximos neste livro, tendo um pouco mais de romance. Há uma traição, que confesso que me surpreendeu, porém, na minha opinião, deixou a trama mais envolvente. Considero este, melhor que Divergente, pelo fato de ser mais eletrizante, e também por muitas coisas serem reveladas, e isso faz com que você o acabe e pegue o próximo logo em seguida para saber o que vai acontecer, pois mais coisas precisam ser reveladas. Sim, fui totalmente movida pela curiosidade rs.

Algumas marcações…

“Às vezes as pessoas só querem ser felizes, mesmo que seja de uma maneira irreal.” (página 74)

” O barulho e a atividade são os refúgios dos enlutados e dos culpados.” (página 113)

” Quando eu era mais nova, achava que o paraíso era assim, apenas uma luz branca e mais nada. Hoje, sei que isso não é verdade, porque luzes brancas são perigosas.” (página 326)

“Li em algum lugar, não sei quando, que não há explicação científica para o choro. O único propósito das lágrimas é lubrificar os olhos. Não há um motivo real para as glândulas lacrimais produzirem um excesso de lágrimas por causa de emoções. Acho que choramos para libertar nosso lado animal sem perder a humanidade.” (página 334)

“Descobri que as pessoas são compostas de camadas e mais camadas de segredos. Você pode achar que as conhece, que as entende, mas seus motivos estão sempre ocultos, enterrados em seus próprios corações. Você nunca as conhecerá de verdade, mas às vezes decide confiar nelas.” (página 494)

♦ Trailer do filme

♦ Confira também a resenha de Divergente 

insurgente tumblr

Espero que vocês tenham gostado e não esqueçam de comentar e curtir 🙂

Beijos e abraços ❤

Anúncios

5 comentários em “Resenha: Insurgente

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s